Você está aqui: Página Inicial » Empreendedorismo » Franchising » Franchising no Empreendedorismo
Acções do Documento

Franchising no Empreendedorismo

Muitos empreendedores estabelecem-se por via do Franchising - uma forma de organização em que uma empresa (franchisador), detentora de um produto/serviço bem sucedido, licencia a sua marca e forma de fazer negócio a terceiros (empresas ou indivíduos), em troca de um direito de entrada (franchise fee) e do recebimento de royalties.

  • Direito de Entrada ("Franchise/Initial Fee") - É o valor que se paga na altura da adesão à rede, normalmente na data da assinatura do contrato. Em parte, esta taxa cobre os custos que o franchisador teve para atrair, seleccionar e formar o candidato, bem como outros custos que ele terá até abertura da loja. Além disto, o Direito de Entrada funciona como uma espécie de "jóia" paga pelas vantagens de se tornar membro de uma cadeia já estabelecida no mercado e pelo direito ao uso da marca.
  • Royalties/Taxa Administrativa - É o valor pago mensalmente, normalmente através de uma percentagem da facturação, pelo uso contínuo da marca e pelos serviços de apoio prestados pelo franchisador.

Uma das principais vantagens deste modelo de negócio consiste no facto do franchisador colocar à disposição do franchisado um conjunto de produtos e serviços, a fim de serem explorados pelo franchisado segundo determinadas regras, previamente acordadas.

Franchising enquanto uma opção que o potencial empreendedor pode considerar para constituir o seu próprio negócio, apresenta um importante conjunto de vantagens e desvantagens que devem ser ponderadas. Desde logo, é conveniente que qualquer pessoa interessada em enveredar por esta forma de empreendedorismo faça por um lado, uma auto-análise, uma vez que nem todas as pessoas se adaptam às exigências do sistema e que por outro, recolha o máximo de informação sobre este modelo empresarial  e do franchise que considera adoptar, dos possíveis benefícios que o franchisador oferece, do potencial retorno de investimento, etc.  

Para saber mais sobre este tema, consulte o Manual do Futuro Franchisado

Bibliografia:

  • Ferreira, M.P., Santos, J.C., & Serra, F.R. (2008). Ser Empreendedor - Pensar, Criar e Moldar a Nova Empresa (1ª ed.). Lisboa: Edições Sílabo, Lda.

  • Miranda, E. (1998). Manual do Futuro Franchisado. Negócios e Franchising,  8 , (Jul/Set 98), in IIF-Instituto de Informação em Franchising.