Você está aqui: Página Inicial » Empreendedorismo » Oportunidades e Ideias » A oportunidade e a ideia de negócio
Acções do Documento

A oportunidade e a ideia de negócio

As ideias surgem de muitos lados e fontes. De facto, as oportunidades de negócio estão à nossa volta à espera de um empreendedor capaz de as identificar e de as aproveitar.

Numa primeira fase todas as ideias são vagas, contudo através de uma análise cuidada o empreendedor conseguirá dar forma à ideia e desenvolvê-la.

A maioria das ideias de negócio direccionam-se a um, ou vários, de três aspectos:

  • Novo mercado: Frequentemente ocorrem mudanças nos padrões e hábitos de consumo das pessoas que criam oportunidades de satisfazer melhor as necessidades das pessoas. Não implica o lançamento no mercado de um novo serviço ou produto, mas sim à inovação - a forma de dar resposta ao consumidor é que evoluiu.
  • Nova tecnologia: Alguns novos negócios baseiam-se em novas tecnologias e técnicas aplicadas aos processos de produção e serviços.
  • Novo benefício: A presentação ne novas formas de oferecer um produto ou de prestar um determinado serviço.

O empreendedor precisa de procurar uma ideia de negócio que tenha em conta as alterações no mercado e na sociedade à sua volta. Todavia, para que uma ideia seja uma oportunidade é importante, antes de mais uma análise e conhecimento do mercado e, por acréscimo, das pessoas. Antes mesmo de começar a reunir os recursos humanos, financeiros ou sociais necessários ao estabelecimento do negócio.

Assim, o empreendedor precisa de realizar uma análise genérica inicial da ideia para perceber se é minimamente segura e se existe, de facto, uma oportunidade:

  • O que é que está a criar a oportunidade?
  • Durante quanto tempo é que as condições que criam a oportunidade se irão manter?
  • O mercado potencial tem uma dimensão interessante?
  • Qual é a necessidade real para o produto/serviço?
  • Quais são os clientes alvos?
  • Como é que se pode chegar aos clientes alvo?
  • Qual é a sensibilidade ao preço e quanto é que o produto/serviço vale para os clientes?
  • De onde parte a competição? Em que é que os concorrentes não estão a satisfazer as necessidades?
  • Qual é a reacção possível anteciar da parte dos concorrentes directos e indirectos?
  • A tecnologia a utilizar já está disponível? Os custos são conhecidos?
  • Os recursos necessários para criar a nova empresa estão disponíveis?

                                                                                                               ...

Bibliografia:

Ferreira, M.P., Santos, J.C., & Serra, F.R. (2008). Ser Empreendedor - Pensar, Criar e Moldar a Nova Empresa (1ª ed.). Lisboa: Edições Sílabo, Lda.

Gaspar, F. (2009). O Processo Empreendedor e a Criação de Empresas de Sucesso (1ª ed.)