Você está aqui: Página Inicial » Estágios » Programas de Estágios Internacionais » ERASMUS MUNDUS
Acções do Documento

ERASMUS MUNDUS

A mobilidade internacional dos estudantes e dos docentes

O programa Erasmus Mundus favorece a instalação de uma rede de cooperação entre universidades europeias e universidades de países terceiros.

Desde 2004, permite a estudantes e professores do mundo inteiro receberem bolsas para participar nos ‘Masters Erasmus Mundus’ desenvolvidas por universidades europeias parceiras. 


Tipos de acções apoiadas :

  • Criação de cursos de Mestrado Erasmus;
  • Mobilidade de estudantes e de pessoal docente através bolsas;
  • Parcerias com os estabelecimentos de ensino superior dos países terceiros;
  • Medidas que tornem atraente o interesse do ensino superior europeu.


Como funciona ?

Erasmus Mundus funciona por convites à apresentação publicados no mês de Março de cada ano, no site Europa.

A nível europeu, a Comissão europeia é assistida pela Agência executiva, educação, audiovisual e cultura.

Os mestrados Erasmus Mundus são seleccionados por um período de 5 anos.  

 

Quem pode candidatar-se ?  Os beneficiários potenciais.

Erasmus Mundus está aberto à participação de todos os países do mundo.

O nome "Masters Erasmus Mundus" só concerne os países europeus (UE, EEE e países candidatos da UE).

Os participantes do programa podem ser: estabelecimentos de ensino superior; estudantes diplomados europeus e não europeus que tenham obtido um primeiro grau do ensino superior conferido por uma instituição de ensino superior em qualquer parte do mundo; universitários ou especialistas docentes; organismos públicos ou privados no âmbito do ensino superior.

 

Como participar ?  

  • Participar num Master Erasmus Mundus .
  • Os candidatos e universitários que desejam participar a um curso de mestrado Erasmus Mundus (com ou sem bolsas) têm de se inscrever num curso de mestrado Erasmus Mundus directamente junto do consórcio que o propõe. O consórcio informa os estudantes interessados das condições específicas de admissão (por exemplo, resultados académicos, conhecimentos linguísticos, etc.) e sobre os prazos de candidatura.  
  • Criar um mestrado Erasmus Mundus
  • Os estabelecimentos de ensino superior europeus devem responder aos convites à apresentação e dirigir as suas candidaturas à Comissão Europeia.
  • Os cursos de mestrado devem ser propostos pelo menos 3 estabelecimentos de ensino superior de 3 países europeus diferentes.

 

Preparar um consórcio

Os estabelecimentos de ensino superior e dos países terceiros podem estabelecer consórcios se oferecerem cursos de mestrados Erasmus Mundu, candidatando-se através de convites à apresentação de propostas através da Comissão Europeia. 

 

Para mais informações : 

Coordenação portuguesa

  • Ponto de contacto nacional Erasmus Mundus
  • GRICES-MCIES – Gabinete de Relações Internacionais da Ciência e do Ensino Superior - Av. 5 de Outubro, 85,5º andar- 1050-050 - Lisboa
  • Ângela Barbas: angela.barbas@agrices.mctes.pt

Coordenação europeia

  • Agência Executiva, Educação, Audiovisual e Cultura – BOUR - B-1049 Bruxelas - Tel. : 00.32.2.299.11.11 EACEA-Erasmus-Mundus@ec.europa.eu
  • Direcção Geral da Educação e da Cultura – B-1049 Bruxelas – Tel.: 00.322.296.63.19 – Fax: 00.322.296.32.33.