Você está aqui: Página Inicial » Newsletter » Newsletter de Junho de 2010 » Apoios ou Incentivos ao Investimento
Acções do Documento

Apoios ou Incentivos ao Investimento

Notícias recentes

  • Incentivos QREN 

Em conformidade com a divulgação efectuada no portal Incentivos QREN, foi aprovada a seguinte alteração ao Aviso n.º 02/SI/2010 relativo ao concurso Projectos Conjuntos internacionalização, publicado em 12 de Maio de 2010: “O termo do prazo para a Apresentação de Candidaturas fixado no n.º 7 do Aviso para Apresentação de Candidaturas n.º 02/SI/2010, de 18 de Junho, é prorrogado para o dia 30 de Junho de 2010 (24 horas). A data limite para comunicação da decisão aos promotores, fixada no n.º 9 do mesmo Aviso é prorrogada para o dia 22 de Setembro de 2010.” “No ponto 10 o somatório na coluna da dotação orçamental geral onde se lê “8.300” e deve ler-se “8.200””.


  • MILLENNIUM BCP E BEI LANÇAM LINHA DE CRÉDITO PARA PME

 O Millennium bcp anunciou o lançamento, em conjunto com o Banco Europeu de Investimento (BEI), de uma linha de crédito para empresas, no valor de 50 milhões de euros, para financiamento de projectos de pequenas e médias empresas. Em períodos de crise financeira, o crédito bancário revela-se um instrumento decisivo no apoio ao investimento das empresas portuguesas e segundo o Millennium bcp “esta linha enquadra-se na continuação do plano de apoio a PME traçado pelo BEI, em harmonia com as prioridades e critérios do BEI e da União Europeia”. A nova linha de crédito assenta num contrato de financiamento, no valor de 50 milhões de eu- ros, na forma de Empréstimo para PMEs e privilegia o financiamento a projectos de leasing de empresas portuguesas. 


  • PME Invest

Governo lança nova linha PME Invest O Governo aprovou uma nova linha de crédito de apoio às PME, com uma dotação de 1250 milhões de euros. A PME Invest VI vai contar com um “valor indicativo reservado” para empresas exportadoras e micro e pequenas empresas. O “valor indicativo reservado” é de cerca de 450 milhões de euros para empresas exporta- doras e de 350 milhões para as micro e pequenas empresas. in vidaeconomica.


  •  Abertas candidaturas para projectos de instalação de sistemas solares térmicos

 Está a decorrer desde o início do mês um novo concurso para apresentação de candidaturas ao Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME, destinado a promover a eficiência energética e a utilização das energias renováveis por parte das empresas. São susceptíveis de apoio projectos individuais que digam respeito à instalação de sistemas solares térmicos para aquecimento de águas, sistemas de climatização e ainda os investimentos relacionados com a sua envolvente passiva. Os limites mínimo e máximo de despesa elegível são de 10.000 € e 500.000 €, respectivamente. Com uma dotação orçamental global de 9.500 mil euros, são abrangidas pelo concurso todas as regiões NUTS II do Continente com excepção da região NUTS II de Lisboa. As candidaturas podem ser apresentadas até ao próximo dia 31 de Agosto, devendo a decisão ser comunica- da até ao dia 26 de Novembro. in vidaeconomica.


  • PROGRAMA DA IDEIA ATLÂNTICO APOIA MULHERES EMPREENDEDORAS

 O Instituto Ideia Atlântico arrancou em Maio com o projecto EmpreendeTEC. Segundo o comunicado de imprensa, a iniciativa visa capacitar e formar mulheres que pretendam criar o seu negócio, sendo um programa integrado que compreende formação, apoio de consultoria e criação de rede para as empresas constituídas pelas mulheres. O programa, que decorre em Lis- boa, pretende criar pelo menos 10 novas empresas lideradas por mulheres. O projecto EmpreendeTEC destina-se a mulheres que tenham interesse em criar o seu próprio negócio, emprego ou empresa.


  • VERBA DO PME INVESTE V ESGOTOU E VAI SER REFORÇADA BUSINESS ANGELS JÁ SÃO UMA “OPÇÃO NATURAL” NO INVESTIMENTO PARA EMPREENDEDORES 

Considera Paulo Andrez, nomeado vice-presidente da Associação Europeia de Business Angels (EBAN) O vice-presidente da Federação Nacional de Associações de Business Angels (FNABA) e administrador da DNA Cascais, Paulo Andrez, foi nomeado vice-presidente da Associação Europeia de Business Angels (EBAN). É a primeira vez que um português é seleccionado para a estrutura dirigente daquele organismo internacional, o que poderá contribuir para alargar o acesso a financiamento internacional para os promotores portugueses, através de uma rede com mais de 20 mil investidores europeus. Ao mesmo tempo, é dada a possibilidade de aceder a fundos de co-investimento com Business Angels a nível europeu. Em entrevista à “Vida Económica”, Paulo Andrez faz ainda o balanço da contratualização do fundo de co-investimento com Business Angels criado no âmbito do Compete, que poderá levar a um total de investimento de 43 milhões de euros e à criação de 220 novas empresas.


Para mais informações contacte o Gabinete de Apoio ao Empreendedorismo (GAE), através do e-mail: gae@cdp.portodigital.pt